30 de outubro de 2014

Multas de trânsito terão reajuste de até 900%

Ultrapassagem com manobra perigosa passará de R$ 191,54 para R$ 1.915,40

Sábado entra em vigor a lei federal que altera artigos do Código de Trânsito Brasileiro (CTB)
Sábado entra em vigor a lei federal que altera artigos do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) (Thinkstock/VEJA)
A partir de sábado entra em vigor a lei federal 12.971/2014, que altera onze artigos do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A multa por ultrapassagem envolvendo manobras perigosas passará de 191,54 reais para 1.915,40 reais, o que corresponde a um reajuste de 900%, além da suspensão do direito de dirigir. A multa por ultrapassagem pelo acostamento passará de 127,69 reais para 957,70 reais, enquanto a multa por parar em local proibido subirá de 191,54 reais para 957,70 reais.
Se houver reincidência na ultrapassagem envolvendo manobras perigosas ou na ultrapassagem pelo acostamento no período de um ano, será aplicada uma multa com o dobro dos valores atualizados (3.830,80 reais e 1.915,40 reais, respectivamente). “O objetivo das mudanças é aumentar a segurança dos motoristas, pedestres e das infraestruturas urbanas em uma combinação de medidas que inclui a cooperação nacional, a partilha de boas práticas, a realização de estudos de investigação, a organização de campanhas de sensibilização e a adoção de regulamentação”, informou, em nota, o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

Deputado TOMBA comemora aniversário com festa


O Deputado Estadual Tomba Farias comemora nesse sábado dia 01 de Novembro mais um aniversário. Como é de tradição a festa acontece na praça pública de Santa Cruz onde grandes atrações tocam para o povo, este ano alem do aniversário Tomba comemora mais uma vitória para a Assembleia Legislativa onde ocupara mais uma vez uma cadeira após ter sido eleito em 9º lugar dentre os 24 eleitos. Tomba Farias recebeu em Passa e Fica o apoio do Prefeito PEPEU e da maioria dos Vereadores e obteve quase 2 mil votos na ultima eleição.

Nova apresentadora do Jornal Nacional foi modelo e já fez novela


Nova apresentadora do Jornal Nacional a partir da próxima segunda-feira (3), Renata Vasconcelos começou na Globo na ficção. Antes de ser jornalista, ela trabalhava como modelo e fez figuração em novelas da Globo em ações de merchandising. Na segunda, Patrícia Poeta passará o bastão para Vasconcelos, que dividirá a bancada com William Bonner.
Renata Vasconcelos apareceu pela primeira vez na Globo na novela A Próxima Vítima, em 1995, quando tinha 23 anos. Ela interpretou uma modelo e fazia uma sessão de fotos usando sapatos da Azaleia. Como figurante, contracenou ao lado das atrizes Vanessa Loes e Susana Werner. Atualmente, não pode fazer merchandising, prática proibida aos jornalistas da emissora.
Na época da gravação da novela, Renata Vasconcelos era estagiária de uma agência publicitária e cursava Publicidade e Jornalismo na PUC-Rio. Também fazia trabalhos como modelo "para ganhar um dinheirinho", como disse à revista Marie Claire em fevereiro deste ano. Chegou a fazer campanhas para Chanel e Coca-Cola.
Renata Vasconcelos também apareceu na abertura da novela História da Amor (1995), atualmente reprisada pelo canal pago Viva, em que aparece caminhando e sendo carregada na praia com outro figurante. Veja:
Vasconcelos só estreou no jornalismo em 1996, quando ingressou na primeira equipe do canal pago GloboNews. No ano seguinte, entrou na Globo apresentando a edição de sábado do Jornal Hoje.
Após mais de dez anos à frente do Bom Dia Brasil, Renata Vasconcelos trocou o telejornal pelo Fantástico em outubro de 2013, porém mal esquentou a cadeira do programa dominical para assumir o Jornal Nacional, onde já cobre férias de Fátima Bernardes e Patrícia Poeta desde 2005.
Confira cenas de Renata Vasconcelos atuando em A Próxima Vítima (a partir do minuto 7'37):

Quatro suspeitos de tráfico são mortos em operação da PM nas Quintas

Divulgação / PM
Uma operação do Batalhão de Choque da Polícia Militar resultou em pelo na morte de quatro suspeitos de tráfico de drogas e dois presos no bairro das Quintas, zona leste de Natal. De acordo com a PM, durante a ação, os bandidos reagiram, atirando contra os policiais e tentaram fugir por um manguezal.

Segundo a Polícia Militar, a operação começou na tarde desta quinta-feira (30) na rua Rio Potengi, em um local que servia para venda e consumo de drogas.

Helicóptero Potiguar I ajudou na retirada dos bandidos do mangue - Foto:Alex Régis

Na tentativa de fuga pelo mangue, quatro bandidos acabaram atingidos e, por causa da dificuldade de acesso ao local, o helicóptero Potiguar I precisou fazer o resgate dos corpos.

No local foram  apreendidos cinco revólveres calibre 38, três pistolas ponto 40, dois coletes a prova de bala, máscaras e drogas,  duas armas  pertenciam à PM. 

Governo do Estado começa a pagar servidores amanhã

A folha salarial dos servidores públicos do Rio Grande do Norte começa a ser paga amanhã (31). De acordo com informações preliminares da Secretaria de Planejamento, a forma de pagamento será a mesma do mês anterior, com preferência para o pagamento dos servidores que recebem até R$ 2 mil e áreas essenciais.

Segundo o Governo do Estado, o pagamento começará a ser creditado ao meio dia. Serão pagos os salários de todos os servidores da Saúde, Educação (inclusive UERN), além de todos os servidores do DETRAN, IDEMA, DEI, JUCERN e IPEM, independente do valor do salário. Também na amanhã vão receber os servidores ativos e inativos das demais áreas que ganham até R$ 2 mil líquidos. 

Ao todo, 93.464 servidores (91% do total) receberão amanhã. Os demais 9.377 servidores terão os valores creditados até o dia 10 de novembro. 
A mudança na forma de pagamento da folha dos servidores ocorre desde agosto de 2013, quando o Executivo, devido à crise financeira, teve que mudar a forma de pagar os salários dos trabalhadores.
.

DISSON: Deputado eleito é condenado na Câmara Criminal do TJ

O ex-prefeito de Goianinha Rudson Lisboa, o Disson (PSD), corre o risco de não ser diplomado como deputado estadual. Eleito no pleito de 5 de outubro, o político foi condenado ontem pela Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte. Ele responde a processo de improbidade administrativa por suposta dispensa irregular de licitação, durante o segundo mandato como prefeito de Goianinha (quando governou de 2005 a 2008).
Júnior Santos
Se não reverter a decisão da Câmara Criminal, o Pleno, Disson não poderá exercer o mandatoSe não reverter a decisão da Câmara Criminal, o Pleno, Disson não poderá exercer o mandato

Na condenação imposta pela Câmara ainda cabe recurso ao plenário do Tribunal. No entanto, se a decisão for mantida, o deputado eleito terá a inelegibilidade decretada e poderá não ser diplomado.

Pela Lei da Ficha Limpa (Lei Complementar nº. 135 de 2010), são considerados inelegíveis (ou fichas sujas) os candidatos que forem condenados, entre outras práticas, por crimes contra a administração pública e o patrimônio público, desde que a decisão tenha transitado em julgado (quando não cabe mais recurso) ou proferida por órgão colegiado. Na decisão contra Disson, ainda há a possibilidade de revisão pelo próprio Tribunal de Justiça.

Na decisão da Câmara Criminal que manteve a condenação de Disson, o desembargador Glauber Rêgo foi voto vencido. O prazo para o recurso é de 10 dias, contados de ontem.

A reportagem da TRIBUNA DO NORTE tentou, durante toda a tarde de ontem, falar com o deputado eleito Disson Lisboa, mas ele não atendeu ao telefone celular. 

VOTOS PARA COLIGAÇÃO
O advogado Paulo de Tarso Fernandes, especialista em Direito Eleitoral, analisou que, caso seja condenado e tornado inelegível, os votos de Disson Lisboa, que conseguiu 26.618 votos, permanecem na coligação. Caso essa hipótese seja concretizada, o novo deputado estadual seria o André Luís Fernandes da Fonseca, conhecido como Major Fernandes, que obteve 25.006 votos. 

O advogado explicou que caso a inelegibilidade seja decretada, a partir dessa decisão do Tribunal de Justiça, ela já terá ocorrido após a eleição, por isso os votos são contados como sendo da coligação. “A legislação entende que o candidato concorreu com o registro deferido, por isso, os votos permanecem na coligação”, explicou o advogado.

Ele lembrou que recentemente, ao analisar os casos do ex-governador José Roberto Arruda e do ex-deputado federal Paulo Maluf o Tribunal Superior Eleitoral entendeu que mesmo a condenação tendo ocorrido após o registro da candidatura, a punição de inelegibilidade já atingiria o mandato a ser conquistado.

“Claro que depende de condicionantes, mas nesse caso (apresentado pela reportagem da TRIBUNA DO NORTE) foi posterior a eleição e ele (Disson) concorreu com registro válido”, destacou.

Na Petrobras teve superfaturamento até na compra de macaxeira


Refinaria: mandioca comprada custou sete vezes o valor de referência - O Globo / Hans von Manteuffel/30-5-2011

BRASÍLIA — A Petrobras já recorreu aos mais diversos argumentos para rebater a acusação de superfaturamento de R$ 1,3 bilhão nos principais contratos das obras da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco. Preços a mais, acertados com as empreiteiras, foram a base para o esquema de desvios operado pelo doleiro Alberto Youssef e pelo ex-diretor Paulo Roberto Costa, conforme investigação da PF na Operação Lava-Jato. No caso de uma fatia desse superfaturamento, referente aos custos com alimentação, a estatal recorreu à mandioca — ou à macaxeira, como é conhecida no Nordeste — para explicar a diferença de preços.
O caso é investigado em inquérito da PF e em processos de auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU). O que já se constatou é que a mandioca de fato foi comprada para o café da manhã nos canteiros de obras e encareceu as refeições, mas a preços superfaturados, conforme as investigações. A Petrobras disse terem sido gastos R$ 2,88 a cada 220 gramas de mandioca. O valor foi considerado elevado pelos técnicos do TCU. “Considerando as cotações máximas da Ceasa-PE, corrigidas pelo IPCA, o valor de referência para a porção de 220 gramas de macaxeira é de R$ 0,39”, advertiram eles, em relatório.
A PF abriu inquérito em 2011 com base no relatório do TCU para apurar o suposto superfaturamento em quatro contratos da refinaria. Os custos exagerados de alimentação chegaram a R$ 37,9 milhões, segundo os auditores. A PF, então, intimou gerentes dos contratos para que explicassem as diferenças de preços.
— A convenção coletiva dos trabalhadores da indústria da construção pesada exige que o café da manhã respeite os regionalismos. No caso do Nordeste, são um tubérculo e uma proteína. Sem macaxeira ou inhame e sem galinha ou carne, a obra para — afirmou à PF Flávio Casa Nova, um dos gerentes de implementação da obra.
Dos sete gerentes da refinaria intimados pela PF, três citaram a mandioca como responsável por encarecer o café da manhã. A suspeita de superfaturamento ocorreu porque os preços estimados eram superiores à tabela usada pelo TCU como referência. Esse cardápio leva em conta obras de São Paulo e inclui café, leite, margarina, queijo prato, muçarela e pão francês.
Num acórdão de 2013, o TCU concordou com a inclusão da mandioca, mas destacou que uma porção de 220 gramas era “bem superior” à prevista, de 120 gramas. “Entende-se que deve ser revisto o valor adotado na análise de preços”, diz o relatório.
O TCU decidiu reconsiderar o valor do café da manhã, classificado como adequado por causa dos preços semelhantes praticados nas obras do Complexo Petroquímico de Pernambuco. Falta agora saber qual a posição da PF sobre a mandioca superfaturada.
O Globo

Quadrilha fortemente armada explodiu caixas do BB e do Bradesco em Campo Redondo/RN


Uma quadrilha especializada em arrombamentos de caixas eletrônicos explodiram um terminal do Banco do Brasil e outro do Bradesco na madrugada desta quinta-feira (30) em Campo Redondo, a cerca de 140 quilômetros de Natal. Segundo a Polícia Militar, os dois prédios ficam numa mesma rua, distante 50 metros um do outro. Para evitar qualquer possibilidade de reação da polícia, um veículo foi usado para bloquear a estrada que dá acesso ao município, grampos de metal foram jogados na pista, e um dos assaltantes ficou de prontidão, armado com um fuzil, em frente à delegacia da cidade. A quantia levada não foi divulgada

O capitão Valber Moura, comandante da PM na região, informou que a ação aconteceu por volta das 3h. “Fomos alertados por um vigia de rua, que viu a movimentação dentro de uma das agências. Ele ainda ligou para o celular do soldado que estava de plantão na delegacia e disse que ele não saísse do local, porque um dos criminosos estava armado com um fuzil na frente do prédio”, revelou. “O próprio vigia foi alvo de disparos. Por sorte ele saiu correndo e não foi atingido”, acrescentou o oficial.

Ainda de acordo com o capitão, a quadrilha ainda rendeu o motorista de uma van que fazia o transporte de pacientes para hospitais em outras cidades. “Eles ordenaram que descessem do carro e fossem embora. Além do motorista, tinham três pacientes, que foram largados no meio da pista. Depois os criminosos pegaram o veículo e o atravessaram na estrada, bloqueando a passagem e a entrada do município”, afirmou.
O capitão contou que grampos de metal foram jogados na pista para furar os pneus dos carros da polícia que tentassem perseguir os assaltantes. “Depois que explodiram os terminais, eles fugiram com direção à cidade de Picuí, na Paraíba. Sabemos disso porque o veículo que eles usaram foi abandonado na estrada e incendiado. Achamos o carro ainda pegando fogo”. 
Portal G1

29 de outubro de 2014

Policiais relatam que estariam na mira de pistoleiros após denunciarem colegas

A Secretaria Estadual de Segurança Pública e a Delegacia Geral da Polícia Civil convocaram reunião com dois policiais, um Militar e um Civil, que nesta terça-feira (28), divulgaram em uma rede social possíveis ameaças de morte que estão sofrendo. Em áudios, os policiais afirmam que foram testemunhas em um processo contra uma equipe da Polícia Civil, em possível caso de suborno, e agora estariam na mira de pistoleiros. Um dos policiais chega a se emocionar ao pedir proteção para ele e para a família.

O suposto caso de suborno teria acontecido ainda no ano passado, após um suspeito de tráfico ser preso. Após denúncias de que o criminoso teria dado alguma vantagem pra ser liberado pela equipe da Polícia Civil, o Ministério Público teria aberto procedimento e, com isso, dois policiais, o soldado Denis e o APC Gustavo, testemunharam contra os colegas.
Ouça áudio divulgado no whatsapp por um dos policiais:

 

A partir daí, eles relatam que passaram a se sentir ameaçados e, inclusive, teriam recebido informações de que pistoleiros estariam contratados para matá-los. Diante da divulgação dessas informações na rede whatsapp, a Sesed e a Degepol decidiram tomar providências para apurar devidamente os fatos.
Já na manhã desta quarta-feira, os policiais envolvidos foram convocados para apresentar detalhes dessas supostas ameaças. A Degepol disse que vai procurar ouvir também a equipe que é apontada como autora das possíveis ameaças, assim como tentar identificar de onde partiram as informações de que pistoleiros teriam sido contratados para matar os policiais.
O comandante geral da Polícia Militar, coronel Araújo Silva, disse ao Portal BO que também vai iniciar uma apuração e, diante dos relatos do soldado Denis, que está afastado do serviço, determinou proteção para ele.

Dupla armada em moto assalta posto de combustíveis em São José do Campestre

Assaltos viram rotina em Campestre
Mais um assalto acaba de ocorrer em São José do Campestre, a ação criminosa ocorreu por volta das 20:30 hrs dessa quarta-feira (29), quando segundo informações colhidas pelo blog o Paralelo, uma dupla armada chegou em uma moto de cor preta e de placas não anotadas rendeu o bombeiro do Posto de combustíveis Spinelli. 

Os assaltantes levaram a quantia de R$ 250,00 em espécie. A Policia Militar foi acionada e seguiu em perseguição mas sem lograr êxito. 

Já ontem à tarde uma lotérica no centro da cidade também foi assaltada por dois homens armados em uma moto, o valor tomado pelos assaltantes não foi divulgado pela lotérica, todas as ações tiveram as mesmas características.

Blog O Paralelo

Jovem é encontrado morto na cidade de Araruna

O corpo do jovem João Rafael da Silva Pinheiro, 18 anos, residente no Conjunto Abelardo da Fonseca, em Araruna-PB foi encontrado sem vida na manhã desta quarta-feira (29), próximo ao Conjunto Frei Damião, na mesma cidade.
Segundo informações dos policiais de serviço, o jovem foi vítima de um disparo de arma de fogo e pedradas na cabeça. Ainda segundo informações, ele estava envolvido no mundo das drogas.
Informações do Cabo Gentil
COPOM
IMAGEM FORTE: CLICK AQUI

ATENÇÃO DESPORTISTAS


Homem é assassinado com trinta tiros no interior do RN

Um homem foi morto com 30 tiros de pistola e espingarda calibre 12 dentro de um carro, no município de Lucrécia, no Oeste Potiguar, na noite dessa terça-feira (28). De acordo com a Polícia Militar, a vítima, identificada como Francisco Marcondes Rodrigues, de 36 anos, respondia em liberdade por um crime de homicídio ocorrido em 2012. Ainda não há informações sobre a motivação do crime.

Segundo a PM, o crime ocorreu no Centro da cidade, por volta das 23h. Francisco foi surpreendido por suspeitos armados em outro veículo, que chegaram atirando. Conforme relatos de testemunhas, não foi possível identificar o modelo do carro e nem os assassinos, que saíram em disparada após cometerem o homicídio.
 

Filho de policial militar é assassinado

Um jovem identificado como Alisson Rodrigues de Lima, de 21 anos, foi executado dentro de um bar, na noite desta terça-feira (29), na rua Lindalva Santiago, no bairro Santos Reis, em Parnamirim. De acordo com a polícia, a vítima estava sentada quando foi surpreendida por um homem que chegou sozinho em uma motocicleta.
Segundo o cabo da PM Francisco França, o autor dos disparos efetuou cinco tiros para depois sair em disparada sem ser identificado. “São poucas as informações que conseguimos colher sobre o crime, mas testemunhas nos relataram que o assassino atirou duas vezes e quando a vítima já estava no chão efetuou mais três”. Disse.
O pai do jovem morto eu é policial militar e preferiu não falar com a imprensa. A mãe, de tão abalada, teve que ser amparada por familiares. A polícia ainda informou que Alisson tinha envolvimento com as drogas e que o local onde ele foi morto é frequentado por pessoas ligadas a práticas ilícitas.

Dois dias depois da eleição, Câmara derruba decreto bolivariano de Dilma

Projeto era destinado a criar conselhos populares em órgãos da administração

Marcela Mattos, de Brasília
Plenário da Câmara dos Deputados, em Brasília
Plenário da Câmara dos Deputados, em Brasília (Zeca Ribeiro/ABr/VEJA)
A Câmara dos Deputados reagiu e, enfim, derrubou nesta terça-feira o decreto bolivariano da presidente Dilma Rousseff, destinado a criar conselhos populares em órgãos da administração pública. A matéria foi assinada no final de maio em uma canetada da presidente e foi alvo decríticas de juristas e parlamentares. O Senado ainda tem de avaliar o projeto de decreto legislativo para que a determinação do Planalto seja suspensa. 
A derrubada da matéria é uma reivindicação antiga da oposição e se deu dois dias após as eleições, indicando a turbulência que Dilma encontrará no Congresso no novo mandato. “Essa derrota é para mostrar que o discurso de conversa com o Congresso não poder ficar só na teoria”, resumiu o deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA).
Reinaldo Azevedo: Decreto é bolivariano, sim!
Tão logo foi apresentado, no início de julho, o projeto que sustava o texto palaciano teve adesão maciça de partidos de oposição e da base, contando inclusive com o apoio do PMDB, maior aliado do governo. Na Câmara, a matéria ganhou regime de urgência, o que permitiu que fosse direto ao plenário antes de tramitar pelas comissões. O projeto de decreto legislativo que pedia a suspensão da canetada de Dilma foi pautado nesta terça por Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), presidente da Casa que saiu derrotado na disputa ao governo do Rio Grande do Norte. Alves credita sua derrota à falta de apoio da presidente Dilma e ao fato de que o ex-presidente Lula chegou a participar da propaganda eleitoral do adversário Robinson Faria (PSD), eleito para o governo potiguar. Durante a sessão, o presidente convocou os deputados para que se mantivessem no plenário e garantissem a aprovação do texto. A derrubada do decreto foi aprovada em votação simbólica. 
'Sociedade civil' – O decreto número 8.243/2014 foi criado sob o pretexto de instaurar a Política Nacional de Participação Social (PNPS) e o Sistema Nacional de Participação Social (SNPS). Mas, na prática, prevê a implantação de “conselhos populares”, formados por integrantes de movimentos sociais, vinculados a órgãos públicos. A matéria instituiu a participação de “integrantes da sociedade civil” em todos os órgãos da administração pública. Porém, ao trazer uma definição restritiva de sociedade civil, representa um assombroso ataque à democracia representativa e à igualdade dos cidadãos ao privilegiar grupos alinhados ao governo.
O decreto do Palácio do Planalto é explícito ao justificar sua finalidade: “consolidar a participação social como método de governo”. Um dos artigos estabelece, em linhas perigosas, o que é a sociedade civil: “I – sociedade civil – o cidadão, os coletivos, os movimentos sociais institucionalizados ou não institucionalizados, suas redes e suas organizações”. Ou seja, segundo o texto assinado por Dilma, os movimentos sociais – historicamente ligados ao PT – são a representação da sociedade no Estado Democrático de Direito.
A votação, que se arrastou por mais de duas horas, foi marcada por debates acalorados. “Numa democracia, quem escolhe o representante é o cidadão, é o povo. Com esse decreto, a presidente quer que essa escolha seja feita pelo próprio PT. Isso é um regime autoritário”, afirmou o líder do PSDB, deputado Antônio Imbassahy (PSDB-BA). “A Casa tem de se pronunciar. Não há espaço para que haja uma omissão do Parlamento brasileiro tendo em vista um quadro tão grave. A presidente Dilma prega dialogar, chama a nação para uma ampla negociação, mas impõe, via decreto presidencial, um modelo de consulta à população que é definido pelo Poder Executivo. É uma forma autocrática, autoritária, passando por cima do Congresso Nacional. Esse é um decreto bolivariano que realmente afronta o Poder Legislativo”, continuou o líder do DEM, deputado Mendonça Filho (PE).
O PT tentou evitar a derrota a todo custo. Sabendo que não funcionaria no diálogo, o partido apresentou uma série de requerimentos, entre eles para adiar a sessão e retirar a matéria de pauta, mas todos foram rejeitados. 

Henrique diz que participação de Lula na campanha no RN foi 'surpresa'

Alves retomou trabalhos na Presidência da Câmara Federal nesta terça (28). Ele foi derrotado nas urnas por Robinson Faria, apoiado pelo ex-presidente.

Henrique Eduardo Alves, candidato ao governo do RN pelo PMDB (Foto: Canindé Soares/G1)
O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB), disse nesta terça-feira (28) que a participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na campanha eleitoral no Rio Grande do Norte foi uma "surpresa". Lula gravou propaganda eleitoral a favor de Robinson Faria (PSD), eleito governador no pleito de domingo (26). Ao mesmo tempo, Alves elogiou a conduta da presidente reeleita Dilma Rousseff, que, segundo ele, "se manteve equidistante do processo, em uma conduta correta".
 
Henrique Eduardo Alves retomou nesta terça os trabalhos como presidente da Câmara. Perguntado se a aliança com o PT foi prejudicial ao PMDB nos estados, ele disse que sim e citou o Rio Grande do Norte como exemplo. "Há casos que essa aliança foi prejudicial. O meu estado é um exemplo disso. A presidente Dilma se manteve equidistante do processo, não teve nenhuma participação de que tenha se dedicado a A ou B, em uma conduta correta. Mas houve participação do ex-presidente Lula, o que pra mim foi uma surpresa, mas já deixei isso. Eu tenho maturidade, experiência para entender circunstâncias do momento", falou.
Henrique Eduardo Alves terminou o primeiro turno à frente de Robinson Faria. O candidato do PMDB teve 47,34% dos votos válidos, enquanto que Faria ficou com 42,04%. Com a participação de Lula na campanha durante o segundo turno, Robinson virou a disputa, sendo eleito governador do Rio Grande do Norte com 54,42% dos votos válidos - um total de 877.268 votos. Henrique ficou em segundo lugar com 45,58% dos votos válidos - um total de 734.801 votos. "Mas a eleição no meu estado já passou. Até desejei ao futuro governador sorte pra cumprir os compromissos que ele assumiu", concluiu.
Entre 2007 e 2012, exerceu a liderança da bancada do PMDB na Câmara dos Deputados. Foi eleito presidente da Câmara dos Deputados para o biênio 2013-2014. Ao longo dos 11 mandatos, apresentou 672 proposições, entre projetos de lei, propostas de emendas à Constituição e outras. Foi relator de 57 matérias, dentre as quais se destacam o programa habitacional Minha Casa, Minha Vida e o novo regime de distribuição dos royalties do petróleo no pré-sal.Como não se elegeu, Henrique Alves, de 65 anos, vai ficar sem mandato político após 44 anos - 11 mandatos seguidos de deputado federal representando o Rio Grande do Norte. Ele foi eleito pela primeira vez em 1970, depois do pai dele, o ex-governador do Rio Grande do Norte Aluizio Alves, ter sido cassado no regime militar. Na Câmara dos Deputados, participou da oposição aos governos militares, do movimento das Diretas Já e da Assembleia Nacional Constituinte, que resultaram na redemocratização do país, nos anos 1980.

Deputado DISSON eleito mas poderá ficar de fora da Assembleia

BRONCA: Deputado eleito “Disson” tem apelação rejeitada no TJ

O Deputado eleito Rudson Lisboa do PSD teve nesta terça-feira uma apelação rejeitada pela câmara criminal do Tribunal de Justiça.
Com essa decisão, o deputado poderá ter sua diplomação questionada por ter sido condenado por órgão colegiado em 2º grau.
A relatora foi a juíza convocada Ana Carolina Maranhão e vencido o desembargado Glauber Rêgo que dava provimento a apelação.

Prefeito de Santo Antônio promoverá festa em praça pública para comemorar as vitórias nas eleições 2014


O prefeito de Santo Antônio, Lula Ribeiro, juntamente com seu grupo político e auxiliares da sua administração, promovem no próximo sábado (1º) uma grande festa para a população santoantoniense em comemoração as duas vitórias de Henrique Alves contra o candidato a governador apoiado pela oposição e às votações expressivas dos seus deputados e mais votados no município nas eleições deste ano. 

A festa acontecerá em praça pública, no Largo do Antigo Pavilhão da Gente, onde o público presente vai poder curtir os shows de Farra de Rico, Rodrigo Alves e Filho Araújo & A Farra. 

DESAPARECIDO

José Gomes de Oliveira Filho, mais conhecido como Daniel de seu Zé Gomes, o mesmo é residente em Primeira Lagoa, município de Nova Cruz-RN,próximo a fazenda de Trincheira, está trajando uma camiseta lilas, bermuda,chapéu, porte fisíco magro, idade de 42 anos,tem distúrbio mental e está desaparecido desde segunda-feira (27/10/2014) pela manhã,desde então não foi mais visto, toda a comunidade esta comovida e mobilizada a procura do mesmo.

Contatos

(84)9177-9185

(84)9474-0992

(84)9458-3774

28 de outubro de 2014

Suzane Richthofen se casa dentro da cadeia. Com uma sequestradora

Casal vive em cela especial desde setembro. Antes, parceira de Suzane mantinha relacionamento com Elize Matsunaga

Suzane von Richthofen
Suzane von Richthofen (Tuca Vieira/Folhapress)
Suzane Von Richtofen se casou. A nova parceira da detenta, que está há 12 anos encarcerada na penitenciária de Tremembé, no interior paulista, é Sandra Regina Gomes, condenada a 27 anos de prisão pelo sequestro de uma empresária em São Paulo. As informações foram divulgadas pelo jornal Folha de S.Paulo nesta terça-feira. 
A história de amor entre Suzane e Sandra tem nuances dignos de trama de novela. Antes do enlace entre as duas, Sandra vivia maritalmente com Elize Matsunaga, presa pela morte e esquartejamento do marido Marcos Kitano Matsunaga, em junho de 2012.
O casal se conheceu na fábrica de roupas que funciona dentro do presídio e onde Suzane ocupa um cargo de chefia. Ao perceber o interesse de Suzane por Sandra, o relacionamento com Elize acabou. O triângulo amoroso acabou por romper a amizade entre as presas. 
Desde setembro deste ano Suzane e Sandra passaram a dormir em uma cela especial destina a presas casadas. Lá, dividem o espaço com mais oito casais. Antes Suzane ocupava uma ala especial, destinada a presas evangélicas, desde 2002, quando foi presa pelo assassinato dos pais Manfred e Marísia von Richthofen, mortos a pauladas a mando de Suzane. 
Para poder dormir com seu novo amor, a ex-estudante teve de assinar um documento de reconhecimento de relacionamento afetivo, exigido para todas as presas que resolvem viver juntas.
Em Tremembé, esse papel funciona com uma certidão de casamento. Permite o convívio marital, mas também impõe regras de convivência aos casais.
Após assinatura desse compromisso, por exemplo, caso se separe, a presa não poderá voltar à cela especial – única destinada a casais –em um prazo de seis meses.

Por já ter vivido com Elize no espaço, Sandra teve que passar por uma quarentena antes de poder assumir o relacionamento com Suzane. Ela é apontada também como o principal motivo para que Suzane abrisse mão do regime semiaberto. Em agosto passado, a juíza Sueli de Oliveira Armani concedeu a chamada "progressão de regime", mas a moça abriu mão do benefício. 
Os advogados tentavam essa decisão desde final de 2008 e começo de 2009. Surpreendentemente, Suzane pediu à magistrada para adiar sua ida para o regime semiaberto e permanecer na cadeia em tempo integral.
Se aceitasse o benefício, seria transferida para outra unidade, já que a unidade feminina de Tremembé onde elas estão só tem autorização para receber presas em regime fechado.
Recentemente, Suzane abriu mão de lutar pela herança dos pais e tenta se reaproximar do irmão, Andreas.
Por outras penitenciárias onde passou Suzane também despertou paixões. Em Rio Claro, por exemplo, duas funcionárias do presídio se apaixonaram por ela. Com isso, recebeu algumas regalias ilegais, como acesso à internet. A história só foi descoberta porque as funcionárias brigaram pelo amor de Suzane.
Em Ribeirão Preto, para onde foi transferida, um promotor teria se apaixonado por Suzane e prometido lutar para tirá-la da "vida do crime". Ela não gostou da proposta e denunciou as investidas.
O promotor foi punido pelo Ministério Público por comportamento inadequado – ele nega o suposto assédio.
Pessoas que conversaram com Suzane recentemente afirmam que ela pretendia fazer uma cerimônia para celebrar o enlace no começo de novembro. Tinha escolhido até padrinhos. O plano, no entanto, foi adiado depois que ela soube que uma TV preparava uma reportagem sobre ela. Com medo de expor a relação, adiou o evento.
Quando foi presa, Suzane namorava Daniel Cravinhos de Paula e Silva. Teria sido em nome desse amor que eles arquitetaram a morte dos pais. O pai da menina não aceitaria o namoro porque Daniel não estudava nem trabalhava. Para concretizar o plano, contaram com a ajuda do irmão de Daniel, Cristian.
Todos foram condenados. Os irmãos cumprem pena no regime semiaberto. O Ministério Público acredita que ela foi a mentora do crime.

Primeira Ação de DILMA após ser reeleita AUMENTO DO PREÇO DA GASOLINA

Governo prepara reajuste da gasolina

O governo espera acalmar o mercado financeiro com o anúncio, em breve, do reajuste dos preços dos combustíveis, informou uma fonte no governo. Em uma só tacada, a ideia é aplacar o mau humor do mercado e atender às necessidades de recomposição de caixa da Petrobras, que foi alvo de escandalos de desvio de recursos pelo PT e outros partidos, como se não bastasse o POVO vai pagar essa conta. 

O Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, apurou, porém, que o reajuste deve ser menor do que vem pedindo a presidente da estatal, Graça Foster, nos últimos meses. O Palácio do Planalto ainda não bateu o martelo sobre quando será o aumento de preço, mas o tema está na pauta da reunião do conselho de administração da companhia.